Programa UC Pernambuco

SEMAS lança Programa UC Pernambuco para os municípios de Moreno, Cabo e Jaboatão

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS-PE) promoveu, na manhã desta sexta-feira (19) mais um webinário de lançamento do Programa UC Pernambuco nos territórios. Desta vez, foi apresentado o plano de trabalho para cinco Unidades de Conservação (UCs) localizadas nos municípios de Moreno, Cabo de Santo Agostinho e Jaboatão dos Guararapes. O “Agrupamento Sistema Gurjaú”, como está sendo chamado no projeto, envolve as Matas do Sistema Gurjaú, Bom Jardim, Engenho Salgadinho, Caraúna e Contra Açude, todas classificadas com Refúgios da Vida Silvestre (RVS).


O Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep), contratado pela Semas para execução do programa nas UCs, ficará responsável pela elaboração de diagnósticos socioambientais e planos de manejo e abordagens sobre conselhos gestores, além da indicação de oportunidades de corredores ecológicos nessas cinco áreas. O trabalho conta ainda com a atuação conjunta da Associação Plantas do Nordeste (APNE), que ficará responsável pela mobilização social e por trabalhar os diagnósticos, que subsidiarão as demais etapas do projeto, apontando elementos fundamentais para os Planos de Manejo de cada UC.


As cinco Unidades de Conservação foram criadas em 1987 como Reservas Ecológicas, mas foram recategorizadas, em 2011, como Refúgios da Vida Silvestre, a fim de serem compatibilizadas nas categorias criadas pelo Sistema Estadual de Unidades de Conservação (SEUC). Todas são constituídas por remanescentes do bioma Mata Atlântica, apresentando critérios de preservação que vão desde a proteção do sistema hidrográfico, passando pelo refúgio de fauna e flora, até a proteção do relevo e do solo.


MATA DO SISTEMA GURJAÚ – Possui uma área total de 1.077,1 hectares e está localizada na Região Metropolitana do Recife, abrangendo os municípios de Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho e Moreno. Além de ser uma das maiores UCs de proteção integral da RMR, está situada em bacia de proteção de mananciais, detendo em seu interior mais de 200 nascentes. A unidade possui também um elevado grau de relevância para a conservação do bioma Mata Atlântica, sendo considerada de extrema importância biológica para o Nordeste e incluída no Atlas da Biodiversidade de Pernambuco como área prioritária, despertando grande interesse da comunidade científica para pesquisas sobre a diversidade biológica do Estado.


MATA DO BOM JARDIM – O RVS está localizado no município de Cabo de Santo Agostinho e conta com 245,28 hectares de área total. Situado ao sul da sede do Engenho Jacobina, entre o Rio Gurjaú e o riacho da Mata, a UC está inserida na bacia hidrográfica do Rio Tejipió.


MATA DO ENGENHO SALGADINHO – O Refúgio de Vida Silvestre está localizado no município de Jaboatão dos Guararapes e possui uma área de 257 hectares. Situa-se a sudeste de Muribeca dos Guararapes, inserido na bacia hidrográfica do Rio Jaboatão.


MATA DE CARAÚNA – Possui 173,55 hectares de área total e está localizada no município de Moreno. Encontra-se a nordeste da Mata do Sistema Gurjaú, entre a estrada de ferro e o rio Gurjaú, e está inserida na bacia hidrográfica do Rio Pirapama.


MATA DE CONTRA AÇUDE – O Refúgio de Vida Silvestre Mata de Contra Açude encontra-se localizado no município do Cabo de Santo Agostinho e possui uma área de 114,56 hectares. A mata situa-se a nordeste da Usina Bom Jesus e está inserida na bacia hidrográfica do Rio Pirapama.


PROGRAMA – O Programa UC Pernambuco é uma iniciativa da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) e recebe recursos provenientes da compensação ambiental arrecadados pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), órgão responsável pelo gerenciamento das Unidades de Conservação no Estado. O objetivo é a promoção de soluções integradas no que diz respeito à gestão ambiental de UCs. Ao todo, serão contempladas 47 unidades, distribuídas por 35 municípios, localizadas em áreas dos biomas Caatinga e Mata Atlântica e ecossistemas associados, que estão divididas em agrupamentos para execução do programa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *